Notícias »

Mato Grosso pode produzir safra de 48,2 milhões de toneladas de grãos

Conab divulgou dados da safra no 6º Levantamento de grãos.
Volume deve ser 1,1% maior que produção na safra 2013/14.

 

Mesmo com uma área 0,7% menor que na safra passada, de 13,2 milhões de hectares, a safra 2014/15 de grãos em Mato Grosso deve produzir 48,2 milhões de toneladas, volume 1,1% maior que na safra 13/14, quando foram produzidos 47,7 milhões de grãos. O aumento se deu pela maior produtividade de uma forma geral, que cresceu 1,8%, chegando a 3.646. Os números foram divulgados pelo 6º levantamento de grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta semana.

O volume de grãos produzidos foi revisto para baixo pela Conab em 100 mil toneladas, já que, no levantamento anterior, a estimativa era de que a safra seria 1,3% maior no Estado (48,3 milhões de toneladas).

Segundo o relatório, devem apresentar redução as produções de algodão (-14,4%), arroz (-2,2%), feijão (-9,5%) e milho (-1,6%). Já a produção de soja, principal produto agrícola de Mato Grosso, deve crescer +4,3% no Estado.

 

No levantamento anterior divulgado em fevereiro, a Conab estimava que a produção de arroz mato-grossense nesta safra seria 0,7% maior que na safra 13/14, passando a ser -2,2% menor no levantamento de março. A queda estimada para a produção de feijão também aumentou: de -3,1%, a Conab reviu a produção do grão para -9,5% no levantamento divulgado em março.

No entanto, a queda de milho que era estimada em -2,1% no levantamento divulgado em fevereiro, passou a ter uma queda estimada menor de -1,6% no levantamento de março.

A pesquisa foi realizada entre os dias 22 e 28 de fevereiro, quando foram levantadas informações de área plantada, produção estimada, produtividade média estimada, evolução do desenvolvimento das culturas, pacote tecnológico utilizado pelos produtores, além de evolução da colheita e outras variáveis.

O trabalho tem parceria da Conab com agrônomos, técnicos do IBGE, de cooperativas, secretarias de agricultura, órgãos de assistência técnica e extensão rural (oficiais e privados), agentes financeiros e revendedores de insumos, que subsidiam os técnicos da estatal com informações pertinentes aos levantamentos.

Comentários

Av. Fernando Corrêa da Costa, 3863 - Jardim Horizonte - Rondonópolis/MT